Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser Feliz

Ser Feliz

14
Dez18

Quando o fim e o início se encontram

Carla Lopes Gomes

A vida é feita de ciclos. O fim de um ciclo coincide com o início de outro. Nem sempre mudar de ciclo é fácil. A forma como encaras essa mudança será determinante para os primeiros passos do ciclo seguinte. Resta saber se tu preferes focar-te no fim de algo que não queres que termine ou num início que desconheces mas cujo percurso tu poderás construir.

02
Nov18

Um Outubro de lições e um Novembro de mudanças

Carla Lopes Gomes

Adeus Outubro... trouxeste-me pouco tempo para escrever, pouco tempo para partilhar os meus pensamentos com os meus seguidores. Mas também me trouxeste grandes ensinamentos. Mais uma vez a vida mostrou-me a importância de acreditar em mim própria, mesmo quando mais ninguém acredita. Mais uma vez a vida reforçou a importância do verbo persistir, e apesar de mais ausente deste meu espaço que também é vosso, estive sempre presente com o meu pensamento e luta de seguir e aplicar na minha vida aquilo que tento transmitir aos outros através do que escrevo.

Outubro e a entrada no Outono foi um mês de viragem, de reforçar energias e preparar forças para um Novembro que se avizinha curto. Curto porque no seu final regresso ao trabalho. Curto porque será também repleto de mudanças. Mudança de alimentação do meu Rafael, mudança de rotinas para ambos. Porque este será um corte umbilical necessário e mudar é viver.

Outubro fez-me perceber que há um amor dentro de mim que cresce mais a cada dia. Outubro fez-me perceber que o presente colocou-me nas mãos a tarefa mais bela mas também a mais difícil - educar um filho. Outubro fez-me perceber que com pouco o meu coração entra em alvoroço com este amor que invadiu todo o meu ser. Sim, porque Outubro trouxe a primeira constipação. Outubro colocou uma ansiedade desconhecida no meu peito, de quem dá tudo para estar no seu lugar. Mas não pude estar. Apenas constipei-me também. E em vez de um doentinho, fomos dois, numa sintonia de espirros e um respirar tudo menos delicado. 

Novembro trará a primeira sopinha e um corte umbilical diferente - a separação diária durante muitas horas que prevejo assemelharem-se a dias.

Novembro começará com mais um desafio - uma apresentação do meu livro na feira do livro do Outono Vivo, na Praia da Vitória.

Prevejo um início de Novembro com muito amor, um mês de adaptação, aprendizagem e sobretudo crescimento pessoal. Bem-vindo Novembro! Que venham esses desafios.

15
Out18

Outono, fala comigo

Carla Lopes Gomes

Foto2.jpg

 

Quero muito descodificar o que a vida me tenta transmitir. Vivo a acreditar que a terra respira, que o mundo vibra, que tudo tem um motivo, e que cada um de nós nem sempre o consegue perceber.

Olho à minha volta e tento interpretar os sinais, fazer leitura do que a própria vida me escreve. Em cada linha há uma lição. Em cada parágrafo uma nova aventura.

E tu surges, meu Outono, no meio de tudo isto para me fazeres ver a tua nudez com a queda de lindas folhas, a tua beleza em tons de castanho e dourado, a tua neblina, os dias sombrios, o cinzento do teu céu, a chuva e seus salpicos. O correr das ribeiras, a migração de muitas aves... Tu és um abre olhos. Tu és a mensagem principal que a vida me dá. Tudo se renova, tudo morre e renasce, tudo floresce depois da nudez e do frio.

A vida é muitas vezes Outono, que me avisa que é preciso parar, é preciso pensar, é preciso saber esperar. É preciso enfrentar a chuva, é preciso perder folhas para mais tarde as voltar a ganhar. O Outono é um símbolo de mudança, de viragem. 

E por isso, hoje falo contigo, meu Outono. Orienta-me e ensina-me a seguir no caminho certo. Não peço, porque nunca pedi, o mais fácil. Quero apenas aprender a mudar, e a mudar por querer mudar, não apenas porque a vida a isso me obriga. Quero mudar os percursos necessários para recuperar o equilíbrio necessário a um belo Verão na minha vida. Por isso, meu Outono, prepara-me melhor para a vida. Que eu seja capaz de lutar por uma bonita e breve Primavera.

 

|imagem - Nature Galaxy|

24
Set18

O destino pode ser diferente se tu quiseres

Carla Lopes Gomes

Nem todos os caminhos vão dar ao mesmo lugar. Mas algures, no meio do teu caminho, tens sempre a opção de escolher mudar o rumo do percurso e alcançar um lugar diferente do destino do caminho inicial pelo qual enveredaste. Tudo é uma questão de escolha. Tudo pode mudar. Basta que estejas disperto para isso e o queiras fazer. Muitos partem de sítios diferentes mas a aterragem final é a mesma. Depende do teu ponto de partida, e das tuas escolhas, o tempo da tua viagem.

Compre o livro e contribua com 2€ para a Make-A-Wish

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D