Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ser Feliz

Ser Feliz

20
Nov18

A maravilhosa complexidade do ser humano e o controlo natural da vida

Carla Lopes Gomes

Foto Vitec.jpg

 

No passado fim-de-semana tive uma nova experiência - ser entrevistada pela Sónia Bettencourt, jornalista da VITEC. Foi uma entrevista onde a boa disposição esteve presente e se falaram de temas que nos tocam a todos.

Falamos de sorrisos, sonhos, persistência, luta. Falamos sobre a complexidade do ser humano e a necessidade de descobrir e obedecer à sua essência. Falamos sobre esperança, sobre fé e sobre uma sorte que só surge verdadeiramente quando a construimos de forma diária. Falamos do quão diferentes somos de uma simples máquina, que tem um botão e uma programação própria. Falamos de uma multiplicidade de características que nos define e faz de nós pessoas capazes, com erros, com dificuldades, mas com vontades, com persistência e, por isso, tão indispensáveis e tão essenciais numa sociedade onde precisamos cada vez mais sorrir.

Frisei, mais uma vez, que todos nós temos capacidades que são impossíveis de introduzir numa máquina. E é isso que faz a diferença. Torna a gestão mais complexa? Contribui para que a vida seja cada vez mais algo subjetivo? Sim, sem dúvida. Mas o segredo está em encontrarmos a nossa essência e procurarmos o foco que precisamos para percorrer os vários caminhos desta viagem vida.

Existem caminhos desconhecidos. Existem trilhos mais fáceis do que outros. Existem desvios que se impõem e surgem surpreendentemente. Existem atalhos que encurtam as distâncias. Mas... existem sempre lições a retirar, estratégias a adotar, limitações para aceitar, a necessidade de adequar às circunstâncias e, ainda assim, impor algumas rotinas que poderão temperar a vida com um pouco mais de objetividade e atenuar a sensação de que nada é controlado por cada um de nós. E efetivamente, não o é. A vida estará naturalmente controlada no dia em que cada um de nós aceitar que os obstáculos, as dificuldades, os imprevistos, as nossas limitações e as condicionantes do nosso meio envolvente se uniram para fazer de nós amanhã pessoas mais sábias e dotadas de uma capacidade de adaptação muito superior.

A vida encarregar-se-á de mostrar a cada um de nós que tudo está controlado naturalmente se deixarmos o rio vida fluir pelo seu circuito natural. Sem imposições, sem objeções. Com aceitação, com luta, com persistência. Com coragem, com sorrisos, com sonhos. E no outro lado da margem do rio, cada um de nós será um ser mais capaz, fiel à sua essência, que evoluiu e que, por isso, saboreou a vida com a certeza que fez do seu percurso um percurso de felicidade.

 

Foto Vitec2.jpg

Fotos: Tiago Sousa                        Entrevista completa em www.azorestv.com

 

19
Set18

Se um anjo falasse comigo hoje, o que me diria?

Carla Lopes Gomes

Não confundas esperança com negação.

A não aceitação das coisas pode camuflar-se e tu amplias um estado de espírito de esperança fictício.

Esperança é importante, mas não é essencial. A fé, essa sim é fulcral. Porque é à fé que deves buscar forças para atuar, é a fé que te impulsiona a agir. Quando perdes a fé, porque já não sentes forças para caminhar, também precisas analisar até que ponto a esperança que dizes sentir é mesmo esperança.

Lembra-te sempre, adiar as coisas nunca é uma boa escolha. Tenta, sempre que possas, agir no momento certo e para de adiar cada passo. Quando retardas aquilo que receias, o resultado pode ser pior. É preciso encarar a realidade. E deves começar hoje. Não continues a deixar para amanhã, e para depois, e para depois.

Quando a tempestade passar, vem o bom tempo. Mas é preciso fechar janelas, é preciso trancar portas e tentar minimizar os estragos do vento. Isso faz parte do teu percurso. E tu não podes saltar de um trilho para o outro sem que haja um atalho que o permita. Deves ter esperança de que o resultado final é suportável e faz parte da tua lição de vida. Tudo é aprendizagem. Por isso é tão importante teres fé. Só quem sente verdadeiramente a fé pode entender isto que digo.

28
Ago18

Esperança e fé

Carla Lopes Gomes

A esperança é o que te conforta a alma quando não sabes para onde ir e te permite aguardar serenamente. A fé é a força que te impulsiona a procurar todos os caminhos, acreditando que seguirás pelo melhor e que, mesmo que o percurso seja difícil, no outro lado da ponte serás compensado.

Compre o livro e contribua com 2€ para a Make-A-Wish

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D