Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ser Feliz

Ser Feliz

18
Abr18

Quem ama sofre – um clichê tão verdadeiro (cont.)

Carla Lopes Gomes

Amar é rechear o coração com os sentimentos mais puros, os quais unidos se traduzem numa força interior tão grande que só a ti cabe exteriorizar ou não. Amar é importante, mas mostrar que se ama também é uma forma de amar. Não escondas o teu amor por medo de mostrar fraqueza, quando no verbo amar não há espaço para essa palavra. Há sempre alguém ao teu lado que precisa de uma manifestação de carinho teu, e isso poderá contribuir para fermentar amor no seu coração, que se sentia provavelmente um pouco perdido. 

O amor amplia amor, porque as suas demonstrações nas ações do teu dia fazem multiplicar o amor à tua volta. 

Não há formas certas ou erradas de amar. Existe sim uma forma de estar na vida – amando, e amando os que te rodeiam e a ti mesmo. Pois se o amor for verdadeiro não há lugar a "ses" nem a "mas", porque simplesmente não há espaço para nada que provoque dor. O sofrimento implícito será pelo medo de não conseguir amar o suficiente. Quem ama, ama e sofre por amor. E não há mal nenhum nisso. O amor é maior que tudo e silencia essa dor com um simples gesto. Basta amar e pronto. 

Compre o livro e contribua com 2€ para a Make-A-Wish

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D