Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ser Feliz

Ser Feliz

22
Mai18

O verbo aceitar

Carla Lopes Gomes

32104807_440442666407045_9098557972245643264_n.jpg

 

O verbo aceitar é aquele que demorei mais tempo a integrar na forma de ver e viver a vida. Pela teimosia a que chamo persistência, aquela que não me permite desistir, que contribui para eu insistir até chegar ao destino, aquela que faz parte da minha identidade e sem a qual deixo de ser eu mesma... essa persistência, que me tem guiado ao longo da minha vida, várias vezes chocou com o verbo aceitar. Mas, por vezes, há alturas na nossa vida em que aceitar não se incompatibiliza com persistir. Pelo contrário, aceitar pode tornar-se em discernimento para entender que há coisas que não controlas, que não estão ao teu alcance e que, portanto, tens de te adaptar a isso. Compreender e aceitar este facto não significa de todo desistir. A persistência jamais é absorvida pelo verbo aceitar. Aceitar deve estar lado a lado com a persistência, para te iluminar nos momentos em que não consegues ver, para que percebas que por mais persistente que tu sejas só consegues mudar na tua vida aquilo que a própria vida permitir. 

 

|imagem - Nature Galaxy|

Compre o livro e contribua com 2€ para a Make-A-Wish

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D